julho 24, 2012

Isto faz-me mal


Sempre que as núvens tocam o céu
Eu penso em ti
E sempre que as montanhas se erguem
Eu penso em ti
Sempre que as nossas vidas se cruzam 
Eu mergulho em ti
E em ti, assim
Encontro eu, encontro tu
Em paralelismos descoordenados
Dançando à força do vento
E à luz da noite
Sempre que os lobos uivam
Tu ecoas em mim
E sempre que a minha alma te encontra
Eu penso em ti.


5 comentários: