agosto 17, 2012

Dear Insanity


 

   Isto realmente é um drama! E dos pesados. Ao fim de tanto tempo, pensei já ter esquecido aquilo que me assombra a alma, mas agora vejo que não.
   Hoje fui lá. Eu fui ao blog dela. E o que vi foi, senão, uma série de dedicações e lamentos a um alguém que eu desconheço. E eu definitivamente não estou lá. Não sou eu. É um outro. E custa-me ter que acreditar nessa verdade.
   Custa, em parte, porque dói demais sentir que foste trocada por alguém que não assume dignidade suficiente para ocupar esse lugar. Depois, porque ninguém gosta de ser esquecido de uma maneira tão calculista e gelada. E, por último, e provavelmente o cerne da questão, porque ela conseguiu. Conseguiu dar um novo rumo à sua vida, seguir em frente, deixando o passado na berma. E eu, que tenho lutado este tempo todo por isso, ainda não consegui. Os fantasmas perseguem-me. Estão tão inquietamente quietos que me fazem contorcer de dor. E eu não sei por quanto tempo mais é que vou conseguir aguentar com eles.
   São eles que consomem cada tique-taque da minha sanidade, e por muito tempo que passe, eles teimam em voltar. Perfurando os meus tímpanos, os meus poros, as minhas lágrimas, o meu silêncio.

3 comentários:

  1. Custa muito ser trocada não é?
    Bem se precisares de falar já sabes (:

    E parece que os comentários já funcionam ^^

    ResponderEliminar