junho 28, 2014

a-lergias


'(…) Não preciso que saibas que eu existo. O que guardo dentro de mim é muito mais do que dizem, e, de certa forma, eu sei e tu sabes, que não ias gostar de saber disso…afinal, sempre foste alérgico ao amor.'

6 comentários:

  1. Podes guardar, mas hás-de seguir em frente, se assim for destinado. Força :)

    ResponderEliminar
  2. Acho que todos somos alérgicos ao amor :)

    ResponderEliminar
  3. Acho que é o piro que pode acontecer é amar alguém alérgico ao amor :|

    ResponderEliminar
  4. não acredito que seja muito boa essa sensação, acho que todos gostamos de amor :)

    http://ummarderecordacoes.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar